Notícias

Financiamento da CNH é debatido entre autoescolas, Detran e Banco do Empreendedor

11/07/2017 - Cristiane Lima

O Banco do Empreendedor do Tocantins – BEM/TO vai relançar o programa de financiamento da Carteira Nacional de Habilitação – CNH para os profissionais que comprovem vínculo empregatício e a necessidade de obtenção da habilitação para exercer o seu trabalho. O assunto esteve em debate nesta tarde, 11, no auditório da Controladoria Geral do Estado –CGE, em Palmas, em um encontro que reuniu o Banco do Empreendedor, Detran/TO e mais de 20 proprietários de autoescolas que integram a Associação dos Centros de Formação dos Condutores do Tocantins- ACFCPTO.

Durante o encontro, o presidente do Banco, Acy de Carvalho Fontes, acompanhado do Diretor de Linhas de Financiamento Francisco Teodoro, e do Gerente de Microcrédito José Augusto dos Santos, apresentaram o formato do programa e detalhes como critérios, documentação exigida, prazo e a forma do financiamento do programa. Na ocasião, Acy destacou que a retomada do programa, que foi lançado em sua gestão em 2006, foi um pedido prontamente autorizado pelo governador Marcelo Miranda. O gestor ainda destacou a função social e econômica do programa, que além de incentivar a geração de empregos movimentará toda uma cadeia econômica.

Sobre o programa, o presidente da ACFCPTO, Ezimar Alencar Junior diz que o momento é inteiramente propício. “A crise tá grande e essa é mais uma forma de conseguir clientes e aumentar o fluxo de alunos para nossas auto-escolas; e para aluno hoje não tem nada melhor porque ele vai conseguir tirar a sua carteira, pagando em 18 vezes, com um juro baixíssimo”, destacou.

Bertoldo Perini, mais conhecido como Gauchinho, é proprietário de autoescola em Palmas, participou da primeira edição do programa de financiamento de CNH, gerenciado pelo Banco, e vê com bons olhos a reedição do programa. “Se a gente trabalhar direitinho todo mundo ganha, a gente ganha mais clientes e a pessoa tem essas ótimas condições pra pagar a carteira”, completa.

“A gente percebe uma certa dificuldade dos usuários para pagar as taxas e com esse programa vai ser muito fácil porque além de ter uma maior arrecadação para o Estado o usuário consegue se organizar sem se apertar, sem falar que ele pode até melhorar com a profissionalização do seu trabalho”, destacou a Gerente de Habilitação do Detran/TO Flávia Fauro, durante a reunião.

O financiamento

Os limites mínimo e máximo dos empréstimos a serem concedidos serão de acordo com a categoria requerida, que pode ser: A, B, AB, C, D, E, AC, AD e AE. O financiamento poderá ser parcial (aulas práticas) ou total (taxas processuais, Exames Médico e Psicotécnico, Aulas Teóricas e Práticas e Exame toxicológico (C, D e E).

O valor do financiamento poderá ser parcelado em até 18 vezes, com financeiros de 1% ao mês sobre o valor do empréstimo.

Compartilhe esta notícia