Notícias

Mototaxistas de Araguaína terão acesso a crédito para troca de motos e equipamentos

03/08/2017 - Cristiane Lima

Técnicos do Banco do Empreendedor do Tocantins – BEM/TO estiveram nesta quarta, 02, em Araguaína, onde reuniram-se, na sede da Coopermoto (Cooperativa de Mototaxistas de Araguaína), com 26 profissionais do ramo, para apresentarem o programa MotoBem, programa de financiamento do Governo do Tocantins, oferecido por meio do Banco do Empreendedor, que financia até R$ 8.500,00 para aquisição de uma nova moto e/ou equipamentos. O encontro com a categoria marca o início do recebimento de propostas na unidade do Banco no É Pra Já para os mototaxistas de Araguaína.

O presidente da Coopermoto, Marizon Arruda, afirma que a notícia veio em boa hora e contabiliza mais de 15 mototaxistas interessados em contrair empréstimo nesse primeiro momento.

O diretor de Linhas de Financiamento Francisco Teodoro, acompanhado do Gerente de Microcrédito José Augusto dos Santos também reuniu-se com 12 representantes dos Centros de Formação de Condutores - CFC de Araguaína para apresentarem o Programa Direção ao Trabalho, projeto que o BEM pretende retomar nos próximos dias, de financiamento da Carteira Nacional de Habilitação - CNH. Compareceram 12 do total de 18 representantes dos CFCs.

Sobre o programa, um dos representantes dos CFC’S, Nilton de Sales Martins, afirma que a categoria recebe muito bem a notícia, já que irá movimentar a economia da região e aumentar o índice de procura de alunos. A categoria já se organiza, com documentação, para estar apta a operar o programa, que este for retomado.

MotoBem

A principal vantagem do programa é que não deixa a moto alienada, fato que dificulta a troca ou a venda do veículo. O empréstimo é destinado aos mototaxistas exclusivamente para a renovação da frota, sem direcionamento para marca específica, no valor de até R$ 8.500, em até 24 vezes. O acesso ao crédito para este segmento é sem burocracia e com a menor taxa de juros do país, 1% ao mês.

Para que o financiamento seja concedido ao mototaxista, é necessário que ele seja credenciado pelo órgão municipal responsável e esteja cadastrado junto a associações, cooperativas e sindicatos. O proponente precisa ter idade mínima de 21 anos e residir no Estado há pelo menos dois anos. O proponente não pode possuir restrições cadastrais (SPC, Serasa e Cartório de Protesto), precisa ter avalista com renda compatível ao valor da parcela do empréstimo, e estar em dia com pagamentos de taxas e impostos do Estado.

 

Compartilhe esta notícia